top of page

BI x Setor Financeiro

Atualizado: 7 de nov. de 2021





Estudo recente realizado pela KPMG Consultoria sobre inteligência artificial (IA) indica que grande parte dos gestores de importantes setores da economia afirma que a IA já é "pelo menos moderadamente funcional em suas organizações".


Dentre os segmentos com maior destaque quando o assunto é aumento significativo de aplicação de AI está o Financeiro, representando 37%.


A inclusão de bots no atendimento a processos não só barateia a operação como ataca diretamente a insatisfação do cliente, que assim, passa a resolver, de forma autônoma, questões de rotina que antes demandariam idas às instituições financeiras, demora em aprovar processos ou ainda lentidão no atendimento para coisas simples, como extrato e saldo.


Além disso, o mercado financeiro viu crescer o número de instituições que baseiam toda a sua operação em AI, como as Fintechs.



1. Tomada de decisões


Um sistema Business Intelligence inova na tomada de decisões nas empresas porque trata e produz informações precisas. Ele extrai dados dos softwares de gestão e os transforma em informações que servem de base para que estratégias corporativas sejam tomadas de forma assertiva e com menos falhas.


É claro que isso não exclui a intuição para os negócios de todo gestor, porém o BI é capaz de trabalhar em cima de históricos, tendências, índices de desempenho e outras métricas rapidamente.


Tudo para se gerar informações robustas nas quais se possam basear escolhas mais seguras e precisas para o futuro do negócio, além de agilizar a tomada de decisões.

Aliás, agilidade é o ponto-chave de um sistema BI, já que suas análises e processamentos de dados costumam ser rápidos.


Os interesses dos clientes traduzidos nos números de vendas, níveis de satisfação e outras métricas também são levados em consideração pelo BI na hora de fornecer dados para o gestor. Isso favorece a captação de novos clientes e aumento de receitas.




2. Minimização de riscos


Informações mais precisas ajudam a diminuir riscos no negócio, pois o planejamento de metas, orçamentos, investimentos e outros pontos da gestão são baseados em acontecimentos e dados sólidos.


Aspectos subjetivos e não palpáveis podem originar análises organizadas e objetivas quando submetidas ao processamento de um BI, permitindo assim avaliar cenários futuros e desafios não previstos.




3. Visualização de tendências


Um sistema Business Intelligence utiliza bancos de dados para avaliar históricos de compras, vendas, orçamentos, pagamentos, recebimentos e outros pontos do setor financeiro para estabelecer previsões. Podem englobar também eventos sobre o mercado financeiro ou em relação a aspectos ligados a ele, como tendências em TI para a área.




4. Aperfeiçoamento de relatórios e métricas


As métricas, indicadores de desempenho e relatórios financeiros são aperfeiçoadas com informações precisas e com baixa margem de erro.


Plataformas de Business Intelligence também são equipadas com inúmeras possibilidades de estatísticas, métodos, cálculos e outras ferramentas que ajudam na obtenção de números sobre aspectos do negócio.


Dúvidas sobre performance, volume de vendas, recebimentos, margens de crescimento e outras informações estratégicas são obtidas em questão de minutos. Tudo isso graças à agilidade e alta capacidade de processamento de dados de um BI.





5. Planejamento de gestão otimizado pelo Business Intelligence


Um sistema Business Intelligence permite integrar informações de diferentes campos do setor financeiro, bem como combiná-las com dados de outras partes da empresa. Dessa forma, além das vantagens acima, ele permite o compartilhamento de informações estratégicas em tempo real e de forma facilitada com diferentes gestores e funcionários.


Com o acesso a informações mais detalhadas, precisas e que sejam provenientes de diferentes análises financeiras, torna-se mais fácil estabelecer metas de desempenho e melhorias para o setor financeiro.


Também aprimora decisões envolvendo o crescimento da empresa, concessão de crédito a clientes, definição de orçamentos e várias outras atividades que precisam de análise de grande volume de dados.


Ficou com alguma dúvida sobre as aplicações do Business Intelligence? Compartilhe nos comentários para que possamos respondê-la!




Comments


bottom of page